TK 70-432 Capítulo 1: Instalando e Configurando o SQL Server 2008 (Parte 3)

Continuando com ao jornada do capítulo 1 segue a lição 3. Estou passando rapidamente por esse capítulo por ser o mais simples, os próximos tendem a ser mais detalhados e maiores… aguardem!!

– Lesson 3: Installing and Configuring SQL Server Instances

Não vou focar aqui a instalação passo a passo do SQL Server, visto que ela é bem simples de ser feita e há inúmeros guias na internet, mas citarei alguns pontos que devemos prestar atenção:

Contas de Serviço: Cada serviço do SQL Server, como o Database Engine e o SQL Server Agent podem ser configurados com uma conta específica, deve-se recomenda-se utilizar usuários distintos para cada serviço e que sejam usuários de domínio. Mais adiante esse assunto será revisto.

Collation Sequences: A configuração de collation sequence define o modo que o SQL Server trata os dados para classificação e/ou comparação. Ex: O collation SQL_Latin1_General_CP1_CI_AI utiliza a configuração case insensitive (CI) que não diferencia caracteres maiúsculos e minúsculos e accent insensitive (AI) que não distingue caracteres acentuados para os não acentuados.
A configuração de collation sequence pode ser definida a nível instance, database, table e column, ou seja, na instalação definimos o collation padrão na instalação do SQL Server, que será utilizado por todas os databases, tabelas e colunas, mas podemos definir um collation diferente para uma tabela específica, por exemplo.

Modos de Autenticação: O SQL Server 2008 suporta dois modos de autenticação:

  • Windows Only (Integrated Security): utiliza a conta de domínio windows para acessar a instância do SQL.
  • Windows and SQL Server (Mixed Mode): utiliza ou uma conta de domínio windows ou uma conta criada pelo SQL Server.

Instâncias do SQL: Uma instância no SQL Server é um conjunto distinto de configurações, databases, credenciais, objetos, etc. Um servidor com duas instâncias age como se tivessem dois servidores rodando o SQL Server, cada instância possui seus serviços de database engine, sql server agent, etc. É um recurso interessante quando temos só um servidor e nele ambientes de desenvolvimento, homologação e produção.
Cabe lembrar que o SQL Server 2008 suporta até 50 instâncias no mesmo servidor e que a única versão que suporta mais de uma instância por servidor é a Enterprise (além da developer e a evaluation, mas essas não podem ser usadas em produção).

Configuration Manager: O SQL Server Configuration Manager é um aplicativo que é instalado junto com o SQL Server que gerencia e configura os seus serviços, através dele podemos Iniciar/Parar os serviços do SQL, alterar as contas dos serviços, habilitar/desabilitar protocolos, etc. O principal motivo de ter falado dele aqui é para alertar que:

Apesar do “Windows Services” (services.msc) do windows permitir que seja trocada a conta do serviço do SQL Server, ela NÃO deve ser alterada por ele, deve-se utilizar o SQL Server Configuration Manager pois ele regera a master key do serviço do SQL.

AdventureWorks Database: a maioria dos livros que abordam o exame 70-432 utilizam como referência o banco de dados AdventureWorks, ele é um banco de dados com diversas tabelas, funções, procedures, para auxiliar o estudo do SQL Server e está disponível gratuitamente em http://msftdbprodsamples.codeplex.com/.

Ficou faltando só a lição 4 para terminarmos o capítulo 1!! Até lá!! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s